15.08.2018 | 13h49

PT e PSDB na prova contrarrelógio

O tempo é um fator de risco para as candidaturas do PT e PSDB nesta eleição. Tanto o petista Fernando Haddad necessita dele com certa urgência para ser trabalhado como o candidato presidencial do partido quanto Geraldo Alckmin precisa convencer seus aliados de que é a escolha certa, escreve o cientista político Marcos Nobre, na revista piauí.

“Alckmin concentrou todos os poderes eleitorais em suas mãos. É presidente do partido e candidato presidencial ao mesmo tempo. Mas precisará de tempo para mostrar que sabe exercer esses poderes com eficácia. O PT, ao contrário, está cindido entre o poder partidário e candidatura presidencial de Haddad.”


Mais conteúdo sobre:

Fernando HaddadGeraldo Alckmin
VOLTAR PARA O ESTADÃO