26.02.2019 | 16h01

PSOL e PT acionam PGR contra Vélez

As bancadas do PSOL e o PT da Câmara dos Deputados protocolaram nesta terça, 26, uma ação popular na Justiça Federal e outra representação na Procuradoria-Geral da República contra o ministro Ricardo Vélez Rodríguez. Elas sustentam que o titular da Educação violou princípios constitucionais ao pedir que as escolas do País lessem o slogan do governo Bolsonaro para seus estudantes.

“O ato de Vélez é ilegal, abusivo e imoral, além de ter utilizado recursos públicos de forma irregular. O ministro pode ser enquadrado nos crimes de improbidade administrativa e abuso de autoridade”, afirmam. O ministro da Educação reconheceu o “erro” de inserir o lema “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos” ao final do e-mail enviado às escolas.


VOLTAR PARA O ESTADÃO