10.06.2019 | 16h10

PSOL aciona CNMP contra Dallagnol

O PSOL protocolou uma reclamação no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), nesta tarde de segunda, 10, contra o procurador da República Deltan Dallagnol, alvo de conversa vazada na noite de domingo, 9, com o então juiz Sérgio Moro. O documento pede a abertura de um processo administrativo disciplinar ou prévia sindicância. O partido afirma ter havido “desvio de conduta e o abuso ilegal de prerrogativas, com o rompimento da imparcialidade, do devido processo legal criminal e administrativo e do sistema acusatório nacional”. Acrescenta que houve “demonstrada confusão entre as funções de acusar e julgar, com um eventual relacionamento extra-autos dos procuradores com juiz”.

Segundo reportagem publicada pelo site The Intercept Brasil, um dos temas das conversas é o processo do ex-presidente Lula. Num primeiro momento, procuradores reagem à soltura de Alexandrino Alencar, da Odebrecht, a quem Lula chamava de “irmão”. Na sequência, segundo o Intercept, Moro daria conselhos a Dallagnol sobre a possibilidade de apresentação de uma nova denúncia contra Alencar. “Mas pensem bem se é uma boa ideia (…) Teriam que ser fatos graves”, diz o ex-juiz, segundo o site. O então magistrado também teria sugerido que a força-tarefa alterasse a ordem de fases da operação: “Olá Diante dos últimos desdobramentos talvez fosse o caso de inverter a ordem da duas planejadas”. Em outro momento, o ex-juiz teria questionado: “Não é muito tempo sem operação?”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO