15.02.2019 | 10h17

PSL quer Conselho de Ética do Senado

A bancada do PSL entrou na disputa para o comando do Conselho de Ética do Senado. A senadora Selma Arruda (PSL-MT), que é ex-juíza e já foi chamada de “Sérgio Moro de saias”, é o nome sugerido para a vaga.

Ao indicar um nome do partido para o conselho, o PSL pode garantir uma “blindagem” a Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que virou alvo da oposição, após o Caso Coaf, informou o Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO