15.11.2018 | 17h44

PSL emite nota após confusão na Alesp

O PSL emitiu uma nota em repúdio a atitude do deputado Carlos Giannazi (PSOL-SP) durante a confusão no debate sobre o Escola sem Partido na Assembleia Legislativa. Para o partido do presidente eleito Jair Bolsonaro, “é muito grave” o ocorrido na Alesp na noite da última terça-feira, 13. “É muito grave um Deputado dentro de uma casa legislativa não aceitar o contraditório e ainda agredir fisicamente aqueles que pensam diferente e buscam se expressar dentro do parlamento paulista”, afirma o PSL.

Giannazi reagiu a tentativa do deputado eleito Douglas Garcia (PSL) de tomar o microfone de suas mãos, reagindo também contra uma ativista do PSL que tentava gravar a cena. “A ativista Ana Claudia, acabou se ferindo no episódio, ela sofreu uma lesão seria na mão após desentendimento com o deputado do PSOL por causa do microfone. Apoiamos a conduta corajosa do jovem deputado eleito Douglas Garcia e repudiamos a ação do deputado Carlos Gianazzi e dos seus apoiadores que feriu a democracia e revoltou o povo de São Paulo com sua péssima conduta.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO