13.11.2018 | 11h17

PSL de olho nos ‘barrados’

O partido do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), fez uma consulta ao TSE na sexta-feira, 9, para saber quando os deputados federais eleitos por partidos que não superaram a cláusula de desempenho poderão trocar de legenda e se essa mudança poderá ocorrer em caso de partidos que se fundirem a outros.

De acordo com o advogado do PSL, Ênio Siqueira Santos, a lei é vaga sobre as trocas, então a sigla preferiu a consulta ao TSE para que os deputados possam migrar com segurança. Ao todo, 32 deputados federais foram eleitos por partidos que não superaram a cláusula de desempenho, entre eles o Rede Sustentabilidade e o PCdoB, informou o Valor.


VOLTAR PARA O ESTADÃO