12.06.2019 | 07h28

PSL contra Onyx na CCJ

Embora o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, tenha dito que não poderá comparecer à convocação para que deponha nesta quarta-feira na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara, deputados do PSL ameaçam tratar o articulador político do governo como se fossem oposição a ele, informa o Estadão. “Nós não vamos afrouxar com Onyx de jeito nenhum. Não vamos cercear o direito de ninguém perguntar o que quiser para o ministro. Nossos parlamentares estão livres para questioná-lo sobre qualquer assunto”, disse o líder do partido na Câmara, Delegador Waldir (GO).

A sanha contra Onyx se explica pelo fato de que ele demitiu dois ex-deputados do PSL, Carlos Manato e Victorio Galli Filho, que ocupavam respectivamente a chefia e uma assessoria na Secretaria Especial para a Câmara, e nomeou Alberto Lupion, de seu próprio partido, o DEM. Onyx chegou a mandar ofício à CCJ pedindo alteração da data e a transformação da convocação em convite, mas o motim do PSL fez com que o pedido nem fosse analisado.


Mais conteúdo sobre:

PSLOnyx Lorenzoniconvocação
VOLTAR PARA O ESTADÃO