08.10.2018 | 06h34

PSL alimenta enredo de fraude

Mesmo depois de Jair Bolsonaro dar uma declaração reconhecendo o segundo turno, o presidente do PSL e advogado do candidato, Gustavo Bebianno, afirmou que o partido vai ouvir especialistas em urnas eletrônicas para tentar investigar por conta própria denúncias de fraudes nas urnas eletrônicas na votação de domingo. “O que estamos dizendo é que todo processo público precisa estar coberto do manto da transparência. Infelizmente,  nosso sistema eleitoral ainda não foi colocado à prova, porque o  TSE não permite que peritos externos independentes façam exames de  todo o processo, em suas diferentes fases”, disse em entrevista na noite de domingo em que analisou o resultado.

Segundo ele, a apuração começará imediatamente. “O que vamos fazer, com todo respeito às instituições democráticas brasileiras, às autoridades constituídas, vamos apurar  as informações.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO