16.10.2018 | 23h51

PSL abre mão da presidência da Câmara?

Dono da segunda maior bancada da Câmara (e podendo atingir a primeira posição na próxima janela partidária), o PSL pode abrir mão da presidência da Casa, de acordo com o filho do presidenciável Jair Bolsonaro, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). De acordo com Eduardo, um presidente de outro partido na Câmara poderia dar maior governabilidade para seu pai.

“Assumir a presidência da Casa aqui não é tarefa fácil. Tem de ter alguém que tenha experiência e, principalmente, conhecimento do regimento interno, senão vai ser engolido pelos adversários”, afirmou, destacando que as pautas prioritárias do Planalto, caso Bolsonaro seja eleito, serão as reformas da Previdência e tributária e a reformulação do Estatuto do Desarmamento.


VOLTAR PARA O ESTADÃO