02.10.2018 | 16h17

PSDB suspende filiação de infiel

O PSDB invocou o artigo 15 de seu estatuto para suspender a filiação do administrador da página “Sou tucano e voto Bolsonaro” no Facebook, Caíque Mafra, nesta terça, 2. O dispositivo diz que são deveres dos filiados “votar, apoiar e empenhar-se nas campanhas dos candidatos do partido a cargos eletivos”. O partido deu cinco dias para ele se defender.

Mafra lidera uma corrente interna chamada “Liberdade Tucana”, que se apresenta como liberal e de direita. Ele não é o único desertor da campanha. Bruno Araújo e João Doria, por exemplo, fizeram vídeos com apoiadores do presidenciável do PSL.


Mais conteúdo sobre:

PSDBeleições
VOLTAR PARA O ESTADÃO