15.11.2018 | 08h25

PSDB em novo processo na Suíça

O Tribunal Penal Federal da Suíça rejeitou em 26 de setembro deste ano recurso de acusados de uma movimentação de R$ 43,2 milhões no país para sustar um processo de cooperação com a Justiça brasileira, informa o Estadão. Na decisão, a Justiça suíça cita o financiamento a uma campanha presidencial do PSDB como origem dos recursos.

É a segunda investigação em curso na Suíça que envolve o partido. Na primeira, o alvo era o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto. Ele não é o centro da nova investigação, que também diz respeito a obras rodoviárias do governo de São Paulo, mas cujos nomes são mantidos em sigilo pela Justiça suíça.

 


Mais conteúdo sobre:

PSDBdersaJustiça da Suíça
VOLTAR PARA O ESTADÃO