06.02.2019 | 08h02

Promotor desiste de caso Queiroz

O promotor Claudio Calo, que ia cuidar das investigação sobre as movimentações financeiras atípicas do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Fabrício Queiroz, declarou-se suspeito e deixou o caso. No documento em que pede a sua suspeição, Calo afirma que se encontrou com Flávio em novembro passado.

A decisão foi anunciada ontem, 5, após a repercussão negativa de antigas publicações feitas pelo promotor em sua conta no Twitter, em que compartilhou postagens sobre a família do presidente da República, Jair Bolsonaro, e comentou o caso Queiroz, informou o Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO