30.04.2019 | 19h13

Procurador defende Coaf na Justiça

O procurador da República, Hélio Telho, se juntou ao coro do ministro Sérgio Moro de que é importante para um eficaz combate à corrupção a manutenção do Coaf sob as asas do Ministério da Justiça. “Sua missão é combater crimes financeiros e não formular política econômica. Seu lugar é no Ministério da Justiça, não no da Economia”, escreveu Telho.


“Sem coibir eficazmente a lavagem de dinheiro, os brasileiros continuaremos refém das facções criminosas, das milícias, do narcotráfico e dos bandidos de terno e gravata. Para isso, o COAF deve atuar junto aos órgãos de combate ao crime e não junto aos de combate à inflação.” Apesar das manifestações favoráveis a manutenção do Coaf nas mãos de Moro, a decisão será dos parlamentares, que votação a MP da reforma administrativa nas próximas semanas.

VOLTAR PARA O ESTADÃO