26.05.2018 | 08h59

Procurador das pedaladas vê impacto em contas

O procurador da República junto ao TCU Julio Marcelo de Oliveira, que apontou as pedaladas que embasaram o pedido de impeachment de Dilma Rousseff, afimrou no Twitter que “reduzir tributos sobre o diesel agora tem impacto imenso sobre as contas públicas, mas não mais que os Refis, perdão de dívidas dos ruralistas, desonerações da folha, incentivos fiscais””.

Ele criticou a “lógica” de grupos que atuam para “obter um pedaço do orçamento e dividir a conta com toda a sociedade” e disse que o “problema do preço do diesel e outros combustíveis não é da política de preços da Petrobras, que já passou da hora de ser privatizada, mas de uma tributação excessiva sobre um insumo que tem impacto em toda a cadeia produtiva”. / V.M.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO