17.10.2018 | 18h22

Processo contra Ustra extinto pelo TJ-SP

Em julgamento da 13ª Câmara Extraordinária Cível realizado nesta quarta-feira, 17, o Tribunal de Justiça de São Paulo extinguiu, segundo o site G1 o processo que condenou o coronel do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra a pagar indenização de R$ 100 mil à família do jornalista Luiz Eduardo Merlino, morto e torturado no DOI-CODI, em São Paulo, em 1971.

Ustra, que morreu em 2015, foi chefe do DOI-CODI do II Exército, órgão de repressão política durante o regime militar, entre setembro de 1970 e janeiro de 1974. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO