29.03.2018 | 08h05

Rachadura no plano de Temer?

No momento em que tenta organizar sua estratégia eleitoral, o presidente Michel Temer recebe um duro golpe político com a prisão de José Yunes, seu ex-assessor e amigo há mais de 50 anos.

Temer tenta, nesse momento, apresentar uma imagem de reconstrutor do País e que pagou com o desgaste pessoal o empenho que teve nessa tarefa. A prisão de um amigo tão próximo como Yunes remete Temer de volta aos escândalos políticos. Tudo o que ele queria evitar. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Michel TemerJosé Yunes
VOLTAR PARA O ESTADÃO