12.03.2019 | 17h16

Primeira Turma bloqueia R$ 1,6 mi de Aécio e irmã

A Primeira Turma do STF decidiu bloquear bens do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) e também da irmã dele, a jornalista Andrea Neves, no valor de R$ 1.686.600 para cada um deles. A medida está relacionada ao processo em que os irmãos foram denunciados e tornados réus por supostamente terem solicitado e recebido R$ 2 milhões em propina pagos por Joesley Batista, do grupo J&F.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, havia pedido o bloqueio de R$ 7,4 milhões ao todo – entre bens e multa, mas foi parcialmente atendida com os votos favoráveis de Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux. Marco Aurélio Mello e Alexandre de Moraes foram votos vencidos.


Mais conteúdo sobre:

Aécio NevesSTFbloqueioAndrea Neves
VOLTAR PARA O ESTADÃO