16.11.2018 | 19h31

Primeira crise

“A decisão do governo cubano de colocar um ponto final em sua colaboração no Programa Mais Médicos apresenta a Bolsonaro a sua primeira crise”, escreveu César Felício no Valor.

O colunista acredita que tal crise poderia não acontecer se Bolsonaro recuasse. Mas que para o presidente eleito o recuo seria mais humilhante do que o que fez em relação a transferência de embaixada.


VOLTAR PARA O ESTADÃO