23.11.2018 | 13h46

Pressão voltada ao STF

A possibilidade de o Supremo Tribunal Federal julgar a ação da versão estadual do projeto Escola sem Partido no próximo dia 28 tem feito aliados do presidente ele Jair Bolsonaro circularem na órbita dos ministros. A deputada federal eleita Bia Kicis (PRP-DF) é uma delas, por meio de seus interlocutores, informa a colunista Mônica Bergamo, da Folha.

Luís Roberto Barroso, relator da ação, já afirmou sobre o caso que “a liberdade de ensinar e o pluralismo de ideias constituem diretrizes para a organização da educação impostas pela própria Constituição”, o que pode ser entendido como previsão do que vem por aí.


Mais conteúdo sobre:

Escola sem partidoSTF
VOLTAR PARA O ESTADÃO