14.07.2018 | 07h14

Pressão sobre Marun

Um relatório da Polícia Federal pode causar dor de cabeça para o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun. Reportagem de Fábio Fabrini, na Folha, mostra que investigações apontam que integrantes do Ministério do Trabalho estariam fabricando pareceres fraudulentos para supostamente atender pleitos de Marun.

Segundo a reportagem, a investigação da PF indica que sindicatos do Mato Grosso do Sul, Estado do ministro, obteriam facilidades em troca de garantir a ele apoio político.

Marun nega ter cometido irregularidades. “Certamente não houve qualquer tipo de contrapartida. Nem política, até porque, ao assumir a secretaria, renunciei expressamente ao direito de disputar as próximas eleições. Avalizo também como honesta a forma como os servidores da secretaria trataram a questão. É irresponsável quem faz qualquer ilação contrária a isso”, garantiu.


Mais conteúdo sobre:

Carlos Marun
VOLTAR PARA O ESTADÃO