19.07.2019 | 14h55

Presidente não acredita em nova greve de caminhoneiros

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira não acreditar em uma paralisação dos caminhoneiros neste momento porque teria um impacto muito alto na economia do País. Ele afirmou que o governo está pronto para continuar conversando com a categoria. Uma nova resolução sobre a política de pisos mínimos do frete rodoviário, publicada nesta quinta-feira, 18, pela ANTT, foi criticada por alguns representantes dos caminhoneiros, que ameaçam com nova paralisação.

“É um direito de todo mundo fazer greve no Brasil, logicamente algumas classes como a minha, das Forças Armadas, não têm direito. Os caminhoneiros são classe importantíssima para o Brasil. […] Acredito que caminhoneiros não façam paralisação porque isso atrapalha muito a economia”, disse. Para o presidente, os governos do PT erraram ao conceder crédito em excesso para a compra de caminhões, o que levou a uma redução do preço do frete. “Tivemos um problema lá atrás com o PT. O BNDES ofereceu crédito em excesso para a compra de caminhões, cresceu a frota de caminhões assustadoramente e o transportado permaneceu igual. Lei da oferta e da procura. Caiu o preço do frete”, disse.


VOLTAR PARA O ESTADÃO