12.04.2018 | 12h23

PP testa prestígio no balcão de negócios

Com a janela partidária, o PP passou a ter segunda maior bancada no Congresso com seus 54 parlamentares. Acredita que sua importância, mesmo sendo recordista em réus na Lava Jato, será capaz de colocá-lo como fiador do próximo presidente, informa Maria Cristina Fernandes, do Valor.

Seu comandante, Ciro Nogueira, anda há tempos de mãos dadas com Rodrigo Maia (DEM), tem duas pastas robustas (Cidades e Saúde), um fundo partidário de R$ 134 milhões para distribuir, mas está denunciado pela Lava Jato. Contra isso, não vê a hora de o ministro Dias Toffoli assumir a presidência do Supremo.


Mais conteúdo sobre:

Ciro NogueiraPPDias Toffoli
VOLTAR PARA O ESTADÃO