25.04.2018 | 10h43

‘Pouco apreço pela democracia’

A história do Brasil é marcada por euforia e depressão, “que se alternam com incrível periodicidade”, opina Cristiano Romero no Valor. Desde a independência, o País se alterna em ciclos indesejáveis em uma luta que traz avanços, mas também grandes retrocessos.

Essa falta de estabilidade seria consequência do “pouco apreço pela democracia” por parte da classe política nacional. Romero reflete que mesmo quem perde a eleição não aceita deixar o poder, favorecendo o florescimento de oligarquias.


VOLTAR PARA O ESTADÃO