Porte de armas facilitado também para caminhoneiros e políticos

08.05.2019 | 12h00

Porte de armas facilitado também para caminhoneiros e políticos

O decreto assinado na terça-feira, 7, pelo presidente Jair Bolsonaro facilita o porte de armas de fogo não apenas para caçadores, atiradores esportivos, colecionadores (CACs) e praças das Forças Armadas, como foi destacado pelo governo. Na lista de beneficiados, há caminhoneiros, políticos, advogados, residentes de área rural, profissional da imprensa que atue na cobertura policial, conselheiro tutelar e profissionais do sistema socioeducativo. A informação está publicada no Diário Oficial da União de hoje.

O capítulo do decreto que disciplina o porte de arma de fogo diz que a liberação será expedida pela PF, é pessoal, intransferível, terá validade no território nacional e garantirá o direito de portar consigo qualquer arma de fogo, acessório ou munição do acervo do interessado com registro válido nos sistemas do governo por meio da apresentação do documento de identificação do portador.


VOLTAR PARA O ESTADÃO