20.08.2018 | 09h25

Wagner: A ‘farsa’ do substituto

Jaques Wagner era o favorito para substituir Lula, mas disse ao Valor que não quis assumir o posto porque o incomodava “ser o substituto imposto por uma farsa”. Defensor da ideia de apoiar outra candidatura se Lula não puder concorrer, ele insistiu que ser presidente ‘não é a dele’ e definiu a chapa Fernando Haddad – Manuela D’Ávila como a “mais glamour”.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

PTJaques Wagner
VOLTAR PARA O ESTADÃO