01.08.2018 | 19h48

Por enquanto, Manuela é oficializada candidata

Enquanto o PT articulava junto do PSB um acordo visando “fortalecer a candidatura de Lula”, o outro alvo dos petistas para uma aliança, o PCdoB, oficializava Manuela D’Ávila como candidata à Presidência da República. Ao menos enquanto o partido não for “coaptado” para a chapa do ex-presidente (ou do plano B do PT).

Questionada se uma união do PCdoB apenas com o PT seria suficiente para que ela abrisse mão da sua candidatura, Manuela afirmou, porém, esperar que a composição seja “mais ampla”. “Hoje essa não é a maior tendência”, disse, de acordo com o Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO