03.01.2019 | 14h32

Por baixo da espuma, há medidas importantes

Todos os governos quando começam suas administrações se assemelham nas medidas iniciais: promovem cortes de gastos, trocam equipes e acenam com o chamado “agora vai”, como se tudo fosse melhorar automaticamente graças a sua chegada ao poder. Tirada essa espuma, que faz parte do jogo político, o governo de Jair Bolsonaro passou, pelo menos, dois sinais concretos importantes na posse de seus ministros ontem. Eles vieram das falas do ministro da Economia, Paulo Guedes, e da Justiça, Sérgio Moro.

O “choque liberal” anunciado por Guedes é um claro aviso do que será praticado pela economia do País pelos próximos quatro anos e provocou reações bastante positivas entre investidores. É daí que pode partir a recuperação econômica do Brasil. Já Moro, com seu pragmatismo, anunciou a disposição de propor mudanças na legislação para poder combater com mais eficiência o crime organizado. São duas importantes pontas dentro do governo que parecem estar bem amarradas para obterem sucesso. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

sergio moroPaulo GuedesBolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO