22.05.2018 | 14h31

‘Política de preços da Petrobrás não vai mudar’

A Petrobras anunciou nesta terça-feira, 22, a redução nas refinarias dos preços do litro da gasolina, de R$ 2,0867 para R$ 2,0433, e do diesel, de R$ 2,3716 para R$ 2,3351 a partir de amanhã. Mas o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e o presidente da Petrobrás, Pedro Parente, declararam segundo o Estadão, que isso não significa que haverá mudança na política de preços da empresa.

“Isso nunca foi considerado. Câmbio e preços mudam diariamente, esses fatores não são provocados pela Petrobrás”, disse Parente. “Em nenhum momento o governo solicitou que a Petrobrás alterasse a política de preços. Apenas solicitamos ao presidente Pedro Parente que viesse aqui (a Brasília) para trazer mais informações sobre esse tema”, afirmou Guardia. Após o estrago provocado pela política de preços praticada pela Petrobrás nos governos petistas, tal posição representa é um avanço e tanto. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO