13.07.2018 | 12h50

Plano de Lula era não se entregar mais

Se a tentativa tresloucada de libertar Lula tivesse dado certo, o ex-presidente tinha um plano bem traçado para seguir.

Primeiro, segundo informação do jornalista Ricardo Noblat, da Veja, Lula iria para um churrasco do MST, em Curitiba. Depois, seguiria em caravana para o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, onde estava tudo armado para recebê-lo, e de lá não sairia mais. Se a PF tentasse prendê-lo, ele pretendia resistir cercado por militantes e sob o holofote da mídia. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO