13.03.2018 | 16h10

Planalto e MDB fazem Barroso de alvo mas devem poupar STF

Embora Planalto e cúpula do MDB estejam furiosos com as decisões tomadas pelo ministro do STF Luís Roberto Barroso, a estratégia é a de não bater diretamente no Supremo como reação.

A orientação é fulanizar, desqualificar e isolar Barroso pelas decisões que vem tomando, como abrir os sigilos de Temer. A ideia é construir o discurso que o ministro “politizou” o tribunal perseguindo o presidente. / M.M.


Mais conteúdo sobre:

Michel TemerSTF
VOLTAR PARA O ESTADÃO