14.11.2018 | 14h22

Piauí quer manter cubanos

O governador reeleito do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou nesta quarta, 14, que vai pedir ao presidente eleito Jair Bolsonaro para manter os profissionais cubanos do Mais Médicos que trabalham no Estado. “O Nordeste seria prejudicado com a saída agora desses médicos”, disse o petista, informa o Broadcast Político.

O governo cubano anunciou o rompimento com o programa após o presidente eleito condicionar a continuidade da iniciativa à “aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos e liberdade para trazerem suas (dos médicos) famílias” ao Brasil.


Mais conteúdo sobre:

PiauíMais Médicos
VOLTAR PARA O ESTADÃO