02.07.2018 | 13h47

PF quer ouvir Funaro

O doleiro Lúcio Funaro deve ser ouvido pela Polícia Federal no inquérito  que apura se o presidente Michel Temer recebeu vantagens indevidas em troca de favorecimento a empresas do setor portuário com a edição do Decreto dos Portos em maio de 2017, informa o Estadão.

Em sua delação, Funaro apontou que Temer tem negócios com a empresa Rodrimar e teria influenciado diretamente a aprovação da MP 595/13 para defender interesses de grupos ligados a ele.


VOLTAR PARA O ESTADÃO