09.04.2018 | 12h16

PF desautoriza delegado que defendeu ‘prisão para outros’

Após o ministro Extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmar ao BR18 nesta segunda-feira, 9, que o delegado da PF Milton Fornazari Júnior não é porta-voz da corporação, à luz de postagem polêmica do policial no Facebook, a corporação afirma agora ter “compromisso como polícia republicana” e anuncia “medidas administrativo-disciplinares” contra Fornazari.

“As declarações proferidas são de cunho exclusivamente pessoal e contrariam o normativo interno referente a manifestações em nome da instituição”, diz a PF em nota.


Mais conteúdo sobre:

Milton FornazariLula
VOLTAR PARA O ESTADÃO