29.11.2018 | 11h10

Pezão sucedeu Cabral no crime

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou, em coletiva após a prisão do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (MDB), que ele sucedeu o ex-governador Sérgio Cabral no comando da organização criminosa, iniciada em 2007, que mantinha um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro dentro do governo estadual, informou o Broadcast Político.

“Há um indicativo de que houve sucessão de pessoas partícipes da organização criminosa mesmo depois das prisões já feitas. Infratores continuam praticando crimes, por isso, chegou-se à necessidade de requerer prisão preventiva para garantia da ordem pública”, disse.


VOLTAR PARA O ESTADÃO