22.05.2018 | 08h50

Petrobrás continua ‘imaculada’?

Pedro Parente comemorou, em 2016, que a Petrobrás estava livre de interferência política, lembra Bruno Boghossian na Folha. No entanto, com o aumento do preço da gasolina e as eleições batendo à porta, o governo Temer começa a dar sinais de que pensa em intervir.

“Se quiser manter a estatal imaculada, Temer precisará atingir outro pilar que sustentou seu governo nas sucessivas crises que enfrentou. A saída será reduzir impostos sobre combustíveis, contrariando a equipe econômica”, pondera o colunista.


VOLTAR PARA O ESTADÃO