26.09.2018 | 13h24

Petistas não decolam no eixo Rio-SP

Fernando Haddad tem chances reais de levar o PT de volta ao comando do Planalto, mas isso está acontecendo sem o empurrão das candidaturas petistas aos governos de São Paulo e Rio, justamente dois dos três maiores colégios eleitorais do País.

Em São Paulo, o ex-ministro Luiz Marinho não conseguiu fazer frente aos líderes Paulo Skaf (MDB) e João Doria (PSDB). No Rio, a novata Márcia Tiburi está muito distante de candidatos bem mais tradicionais, como Eduardo Paes (DEM) e Romário (Pode), e até do desgastado Anthony Garotinho (PRP). /M.M.


Mais conteúdo sobre:

eleições no Rio de Janeiro
VOLTAR PARA O ESTADÃO