14.04.2019 | 18h27

Petista admite: ‘Sem reforma, 19 Estados estarão em colapso’

Até mesmo o petista Wellington Dias (PT), atual governador do Piauí, admite a necessidade de reformar a Previdência. Isso não quer dizer que ele é favorável a atual proposta, elaborada pela equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro. Em entrevista ao site Metrópoles, Dias defendeu que o Congresso elabore um texto para mudar as regras previdenciárias. Caso contrário, ele admite que os Estados ficarão em uma situação complicada.

“Sem reforma, 19 Estados estarão em colapso até 2022”, disse. “O caminho é uma proposta do Congresso. Disse isso nesta semana ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e, na semana passada, ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e para um conjunto de líderes, inclusive do meu partido. O objetivo é alcançar o equilíbrio atuarial”, afirmou. Neste domingo, a Folha informou que Rodrigo Maia esteve com Dias e pediu para ele conversar com os governadores do Nordeste para a elaboração de uma pauta mínima sobre o tema.


VOLTAR PARA O ESTADÃO