29.08.2018 | 12h40

Petista admite ligação com app do PTgate

O petista Miguel Corrêa Júnior, deputado federal e candidato ao Senado em Minas Gerais, que estaria por trás do esquema de elogios fakes a candidatos do PT nas redes sociais, publicou nota oficial sobre a questão em seu perfil no Instagram na terça-feira, 28. Na nota, o petista nega informação revelada por ativistas envolvidos no PTgate, de que teria havido qualquer tipo de pagamento a eles pelo serviço.


Corrêa admite, porém, ser fundador do Follow, o app usado para fazer a propaganda dissimulada de candidatos do PT, e diz que ele é resultado de seu trabalho de desenvolvimento de startups digitais, no período em que foi secretário de Ciência e Tecnologia de Minas (2015-2018), / J.F.

VOLTAR PARA O ESTADÃO