03.09.2018 | 16h09

Perillo vira réu por corrupção

Candidato ao Senado por Goiás e coordenar área política da campanha de Geraldo Alckmin à Presidência da República, o ex-governador Marconi Perillo virou réu por corrupção passiva. O juiz da 8ª Vara Criminal de Goiânia, Ricardo Prata, determinou abertura de ação penal contra Perillo junto dos empresários da Delta Fernando Cavendish e Claudio Dias Abreu e o contraventor Carlinhos Cachoeira.

A decisão é do último dia 6 de agosto. Perillo supostamente teria trocado um aditivo realizado em contrato do Estado com a Delta Engenharia pelo pagamento de uma dívida de campanha eleitoral, no valor de R$ 90 mil. Ao Blog do Fausto, a defesa de Perillo classificou a denúncia como “fraquíssima”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO