07.10.2018 | 15h50

Perfil: Henrique Meirelles

Em nome de sua candidatura à Presidência da República, o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles (MDB), precisou se separar política e geograficamente do presidente Michel Temer. Embalado pelo mote “Chama o Meirelles”, o ex-ministro se esforçou: fez aulas de dicção, saiu do PSD e gastou R$ 45 milhões do próprio bolso na campanha, mas não decolou.

No perfil de Meirelles publicado no Estadão, ele é descrito como o “para-raio rebelde” que ninguém chamou.


VOLTAR PARA O ESTADÃO