03.07.2018 | 15h49

Pena reduzida para casal Cabral

A entrega de bens reduziu em mais de oito anos a pena de prisão do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e em quatro anos a da ex-primeira dama Adriana Ancelmo na Operação Eficiência, informa a Folha. O casal foi condenado por recebimento de propina do empresário Eike Batista. Entre os crimes figuram lavagem de dinheiro, corrupção e evasão de divisas.


VOLTAR PARA O ESTADÃO