14.09.2018 | 15h33

Pela bênção do padrinho

A defesa de Lula pediu ao TSE que o petista possa gravar áudios e vídeos como apoiador da campanha de Fernando Haddad à Presidência que seriam veiculados no horário eleitoral da TV e rádio, informa o Broadcast Político.

Os advogados do ex-presidente pedem que, caso o TSE aceite o pedido formulado, a Superintendência da Polícia Federal no Paraná, onde Lula está preso, seja comunicada para dar “efetividade a tais direitos”. A ação está sob relatoria do ministro Sérgio Banhos.


VOLTAR PARA O ESTADÃO