06.04.2018 | 12h45

Pedido de vista pode ser antídoto a ADCs

Caso Marco Aurélio Mello decida esticar a corda e levar a plenário, contra a vontade da presidente do STF, Cármen Lúcia, as duas ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs) das quais é relator e que questionam a prisão após condenação em segunda instância, um dos ministros contrários à revisão da jurisprudência deverá pedir vista.

Seria uma forma de brecar a tentativa de Marco Aurélio e os demais que hoje estão vencidos na questão de rever “na marra” a questão, segundo um ministro disse ao BR18. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO