12.11.2018 | 08h05

Pé atrás com Levy

Paulo Guedes terá de convencer o entorno de Jair Bolsonaro antes de efetivar o convite para Joaquim Levy assumir o BNDES. Reportagem da Folha mostra que uma parte dos conselheiros mais próximos do presidente eleito torce o nariz para a ideia de nomear ex-integrantes dos governos petistas –ainda que Levy nunca tenha sido afinado com Dilma Rousseff, uma das razões para ter deixado o Ministério da Fazenda antes de um ano, ele também esteve na equipe de Antonio Palocci no governo de Lula.


VOLTAR PARA O ESTADÃO