04.07.2018 | 12h38

PDT e PT em pacto de não agressão

O presidente do PDT, Carlos Lupi, reafirmou que seu partido está mais próximo do PSB do que do PT na disputa pela Presidência, em entrevista nesta quarta, 4, à Rádio Eldorado. Com petistas, no entanto, defendeu um pacto de “não agressão” no primeiro turno.

“Estamos conversando com aqueles que temos mais afinidade histórica, como o PSB, e também com outros mais ao centro, que concordam com esse projeto. É uma fase de aceitar o que atende interesses comuns”, afirmou.


Mais conteúdo sobre:

carlos lupiCiro GomesPDT
VOLTAR PARA O ESTADÃO