11.02.2019 | 16h37

PDT contra carteira de trabalho ‘verde e amarela’

O líder do PDT na Câmara e vice-presidente nacional do partido, André Figueiredo (CE), disse que a legenda será contra a aprovação da proposta defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, de adotar uma carteira de trabalho “verde e amarela”. A ideia não acaba com a carteira de trabalho tradicional, mas criaria a opção para quem estivesse entrando no mercado de trabalho de abrir mão de alguns dos atuais direitos trabalhistas, aumentando sua possibilidade de empregabilidade. Para o líder pedetista, porém, a avaliação é que a proposta será ruim para os trabalhadores.

“Paulo Guedes agora quer fazer uma carteira de trabalho ‘verde e amarela’ para precarizar ainda mais o emprego. Não terão direito a férias, FGTS e 13° salário. Possibilita até que o empregador demita o celetista e contrate estes ‘escravos modernos’. Lutaremos contra!”, disse Figueiredo. /M.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO