11.04.2018 | 19h13

Paulo Preto continua preso

A Justiça negou pedido da defesa para que Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, respondesse em liberdade. O ex-diretor da Dersa foi preso preventivamente acusado de desvios de recursos públicos.

A Folha de S. Paulo informa que a juíza Maria Izabel do Prado disse na decisão que “a manutenção da prisão não apenas é necessária em proteção da ré colaboradora, mas também para preservação do livre e espontâneo depoimento das 17 testemunhas arroladas pela acusação.”


Mais conteúdo sobre:

paulo preto
VOLTAR PARA O ESTADÃO