04.10.2018 | 17h29

Partidos vão precisar se reinventar (2)

Se Geraldo Alckmin realmente ficar fora do segundo turno, o PSDB precisará dar uma gigantesca freada de arrumação. Muito provavelmente, o partido terá de abrir espaço para suas novas lideranças. Se forem eleitos governadores, João Doria (SP), Antônio Anastasia (MG) e Eduardo Leite (RS) assumem a frente dessa fila e devem ser protagonistas desse processo de reinvenção tucana.

Outros nomes podem ajudar a encorpar esse movimento, como é o caso do prefeito de São Paulo, Bruno Covas e do prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan. E os líderes mais antigos, como Fernando Henrique Cardoso, José Serra, Aécio Neves, Tasso Jereissati e o próprio Alckmin precisarão assumir o papel de conselheiros. Mas o que o PSDB mais precisa, nesse momento, é encontrar um discurso para voltar a se conectar com os eleitores. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

PSDB
VOLTAR PARA O ESTADÃO