09.02.2019 | 20h37

Partido do MP?

Em sua coluna na Folha neste sábado, Demétrio Magnolli diz que existe uma partidarização crescente no Ministério Público. Ele afirma que os procuradores exercem dupla militância: de um lado, prestam serviço ao Estado oferecendo denúncias criminais e, de outro, propagam com auxílio das redes sociais o que ele chama de programa ideológico ultraconservador. “De 1 ou 2 a 100, do petismo ao bolsonarismo, o fenômeno da partidarização do MP alastra-se como fogo no cerrado. O Ministério Público Pró-Sociedade nasceu em congresso realizado na sede da Fundação Escola Superior do Ministério Público do DF, no final de dezembro. O movimento organiza-se como partido político, explicitando sua doutrina”, escreve a respeito de um movimento do MP que lançou manifestou a favor do pacote anticrime de Sérgio Moro.


VOLTAR PARA O ESTADÃO