22.11.2018 | 14h52

Para Zema, governar é como subir o Everest

Questionado sobre o que pode motivar uma equipe de secretários que não vai receber salário até que o pagamento do servidor esteja em dia, o governador eleito de Minas, Romeu Zema (Novo), citou a montanha mais alta do mundo para comparar a escalada a seu próprio “desafio” de governar o Estado.

“Qual é o meu interesse de estar aqui? Não quero aprovar nenhuma lei que beneficie alguma atividade que eu exerça. Estou aqui porque quero fazer diferente. Pode ter algum interesse de desafio. Por que alguém sobe no Monte Everest? Ele está indo lá por desafio. Ganhou a satisfação de ter feito algo que poucas pessoas fazem. O que estamos fazendo aqui está semelhante a isso”, respondeu à Folha.

 


Mais conteúdo sobre:

Romeu Zema minas gerais
VOLTAR PARA O ESTADÃO